Atlas pioneiro de doenças da retina é lançado no Brasil

O número de oftalmologistas brasileiros cresceu 61,2% na primeira década dos anos 2000: até 2011 o país contava, no censo apresentado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), com cerca de 18 mil especialistas. O total responde pela média de um profissional para cada 11 mil pessoas, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) para a América Latina recomenda um para cada 35 mil habitantes.

Para atender a este contingente crescente e otimista de médicos oftalmologistas, com foco especial e residentes de oftalmologia que estão se especializando na área de retina, a Elsevier lança, durante o XXXVIII Congresso Brasileiro de Oftalmologia, em Florianópolis, o Atlas de Doenças da Mácula, dia 03/09, no estande da Livro Norte. A editora também vai promover um game durante o painel do CBO sobre mácula e os três primeiros vencedores ganham exemplares do lançamento. Clique aqui para ver mais informações sobre a obra.

Assinada pelos renomados especialistas brasileiros, os oftalmologistas e professores universitários Drs. Luiz Lima, Gabriel de Costa Andrade, André Maia, Eduardo B. Rodrigues e Michel Eid Farah, com participação de grandes autores internacionais, a obra apresenta de forma rápida e completa os diagnósticos e tratamentos destas doenças, que são mais comuns em idosos, fumantes e pessoas com dieta rica em gorduras.
Em 107 capítulos estão reunidas as doenças mais comuns às mais raras que acometem a mácula - pequena área ao centro da retina, responsável pelo que vemos à nossa frente, como pequenos detalhes em atividades como ler e escrever ou mesmo a capacidade de ver as cores -, além de mais de 1.000 imagens que auxiliam na identificação dos aspectos dessas patologias e que são indispensáveis para a prática clínica de oftalmologistas especialistas em retina.

Segundo os autores, as doenças da mácula são as principais e de maior casuística na área de retina e o diagnóstico é extremamente visual. Este foi um dos motivos que os levou a conceber um atlas pioneiro com indicações de sinais e sintomas, exames complementares, e tratamento e prognóstico através de imagens, com o objetivo de ajudar a determinar o melhor tratamento para cada tipo de doença.