Apesar de indolor, o descolamento de retina requer cuidados imediatos

descolamento.jpgDizem que os olhos podem ser as janelas da alma, assim a retina é a janela do cérebro para o mundo. Quando a retina é ferida, a visão é seriamente ameaçada e pode ser totalmente perdida se o problema não for rapidamente tratado.

A retina é a camada de tecido na parte de trás do olho que recolhe a luz transmitida através da lente. No centro há uma área chamada mácula que permite que se enxergue as coisas que estão à frente.

O tipo mais comum de descolamento de retina é devido a uma ruptura ou perfuração. Fluidos oculares podem vazar através desta abertura.

Quando o fluxo de sangue através da retina é bloqueado ou quando a retina se afasta da parede do olho. Apesar de ser indolor, o atendimento recebe o caráter de emergência. A consequência pode ser um “apagão” da visão na parte afetada da retina.

Os novos tratamentos são capazes de “salvar” a visão, desde quando iniciados antes que o dano se torne irreversível. Quanto mais tempo a retina permanece separada, menor a chance de a visão ser restaurada.

Por isso é vital para reconhecer os sintomas e procurar atendimento de um oftalmologista imediatamente. A súbita aparição de manchas no campo de visão, breves flashes repentinos de luz (mesmo quando os olhos estão fechados) ou uma sombra em parte do campo visual são os sintomas mais presentes.

São fatores de risco: a idade, uma miopia grave, histórico familiar do problema, diabetes não controlado, cirurgia de catarata e lesões oculares graves, estas podem ocorrer em um acidente de carro, uma bolada no jogo de futebol ou a uma corda elástica que arrebenta, entre outros.

O Hospital de Olhos do Paraná conta com equipamentos modernos e seus especialistas são referência no tratamento do descolamento de retina. Saiba mais sobre os tratamentos em nosso blog, clicando aqui.