Estresse e fadiga podem causar contração involuntária das pálpebras

eye-twitching.jpgMovimentos involuntários dos músculos da pálpebra são uma queixa comum para muitas pessoas. A maioria delas experimenta este tipo de contração de vez em quando.
O desconforto que, às vezes passa despercebido, faz com que as pálpebras abram e fechem involuntariamente. As causas mais comuns apontadas por especialistas são a fadiga, o estresse e algumas substâncias, como cafeína, por exemplo.
A pessoa percebe esses espasmos quando o movimento se torna incontrolável, com os olhos ficando mais sensíveis à luz ou quando, às vezes, a visão se torna embaçada.
As contrações fazem com que os olhos abram e fechem por alguns dias e, subitamente, desaparecem sem ser necessário tratamento. Na maioria dos casos, a pessoa não nem percebe quando o tremor parou.
Algumas condições podem fazer com que isso aconteça: dormir mais tempo, beber menos café, lubrificar os olhos com colírios.
No entanto, contrações mais graves, em que a pálpebra se fecha completamente, também são possíveis. Estas podem ser causadas por irritação da superfície do olho (córnea) ou na conjuntiva, a membrana que reveste as pálpebras. Danos permanentes na visão são pouco prováveis.
Algumas vezes, a causa que faz com que as contrações aconteçam não é identificada. O oftalmologista deve ser procurado quando esses tremores ou espasmos não sumirem uma semana ou quando a pálpebra permanecer fechada ou a contração atingir outras partes do rosto.