TRANSPLANTES

O Femtosecond permite que uma córnea seja utilizada por até dois receptores no transplante. Principais aplicações e vantagens: Ceratocone (o Femtosecond Laser confere maior precisão e segurança no implante com o anel de Ferrara – ou anel intracorneano, tratamento importante para portadores de ceratocone que não se adaptaram às lentes de contato. Nestes casos, o laser dispara na córnea milhares de raios em poucos segundos, para corrigir irregularidades que a tornaram fragilizada e com o aspecto de um cone.

Cirurgia refrativa - (Excimer Laser) - como o Femtosecond possibilita cortar a córnea estudando-a por diversos parâmetros, tais como espessura, tamanho, desenho e posição, o cirurgião tem condições para realizar com total precisão a cirurgia de correção da miopia, da hipermetropia e do astigmatismo. O emprego do laser, nestes procedimentos, propicia ao paciente melhor visão de contraste e melhor visão noturna.

A técnica

Traumatismos, cicatrizes, úlceras ou deformações genéticas como o ceratocone são causas comuns que podem levar ao transplante da córnea. Atualmente, existem várias modalidades de transplantes, e esta cirurgia já pode ser realizada sem a necessidade do bisturi, isto é sem cortes, graças a um novo avanço na oftalmologia denominado Femtosecond Laser.

A tecnologia tem como princípio básico substituir pelo laser o corte que antes o cirurgião realizava na córnea do doador e do receptor, utilizando manualmente lâminas metálicas. Pelas suas características e precisão, o equipamento permite que apenas uma córnea doada possa ser utilizada no transplante por até dois receptores.

A menor interferência do cirurgião reduz riscos de rejeição, torna a recuperação mais rápida, propicia resultados visuais mais satisfatórios e evita o surgimento de altos graus de astigmatismo.