RETINA

 

O que é:  Descolamento de Retina (DR) é uma séria doença ocular, que afeta mais freqüentemente adultos e pessoas idosas. É mais comum em pessoas míopes ou aquelas que tem historia familiar do problema. Pode ocorrer, também, após traumatismo ocular. Se o DR não for tratado precocemente ocorrerá perda total da visão.

O que é a retina:  A retina é um tecido muito sensível à luz, que  recobre a parede interna do olho, tal qual um papel de parede cobre as paredes de uma sala. A retina funciona como um filme de uma máquina fotográfica, captando a luz que é transformada em imagem no cérebro.

Causas e sintomas: A maioria dos casos de DR é causada pela presença de um ou mais buracos na retina. Com o envelhecimento da pessoa, pode haver um afinamento de algumas áreas da retina.  Junto a isso ocorre a contração do vítreo, provocando tração sobre a retina e, consequentemente, o aparecimento dos buracos.

Diagnóstico: Uma retina descolada não pode ser observada na parte externa do olho. Portanto, se os sintomas aparecerem, um oftalmologista com especialização em retina, deve examinar o paciente o mais breve possível. O oftalmologista examina o interior do olho com um aparelho chamado  oftalmoscópio binocular indireto, podendo utilizar, também, a ecografia.

Tratamento: Se a retina apresenta um buraco e ainda não ocorreu descolamento, este pode ser evitado com fotocoagulação a laser. Uma vez que a retina descolou, é preciso, então, uma cirurgia.

Cirurgias: A cirurgia é feita com anestesia local e o objetivo é pressionar a parede do olho contra os buracos na retina, fazendo com que todos os tecidos permaneçam juntos, até o desenvolvimento de uma cicatriz sobre o buraco. Uma cinta de silicone é colocada na região externa do olho fazendo uma pequena pressão sobre da parede ocular contra a retina. Em casos mais complexos é necessário usar uma técnica chamada vitrectomia. Esta operação corta o vítreo que está puxando a retina, removendo-o do olho.

Proliferação Vítreo-retiniana: É uma complicação que pode ocorrer mesmo antes da operação. Geralmente, está associada à presença de grandes buracos na retina ou descolamentos de retina antigos. Sua ocorrência piora o prognóstico cirúrgico.

Você vai interessar-se também por estes conteúdos abaixo! Clique nos links!

Retina e vítreo - Novas Tecnologias para Tratamento

Doenças da retina - Entrevista com o Dr. Carlos Moreira Júnior

Novo laser permite tratar doenças da retina sem dor e com total precisão