GLAUCOMA



O que é: Doença causada pela lesão do nervo ótico relacionada a pressão ocular alta. Pode ser crônico ou agudo. Quando crônico é caracterizado pela perda da visão periférica (visão que permite perceber objetos ao nosso redor), devido a lesão das fibras dos nervos que se originam na retina e formam o nervo óptico. Quando agudo, ​ocorre porque a pressão interna do olho torna-se extremamente alta e causa perda súbita e grave da visão.

Prevenção:  A principal forma de prevenção da doença é a importância de visitas periódicas ao oftalmologista para uma consulta e realização de exames adequados, especialmente aquelas pessoas de mais de 40 anos, histórico familiar de glaucoma, raça negra, alta miopia e diabetes, que estão sob um risco de apresentar a doença.

Sintomas: vão surgir nos glaucomas agudos, quando o paciente sofre fortes dores de cabeça, fotofobia, enjoo e dor ocular intensa.

Tratamento: Tecnologia que já permite antecipar em até vários anos os primeiros sintomas da doença se comparado com os exames convencionais. Ao antecipar a detecção, o novo aparelho, denominado GDX-PRO, implantado em poucos centros do país, entre eles o Hospital de Olhos do Paraná, possibilita uma melhor prevenção da doença, barateia o tratamento, para estacionar a evolução das principais formas de tratamento.

Você vai interessar-se também por estes conteúdos abaixo! Clique nos links!

É glaucoma, é catarata? – por Dra. Rachel Bezerra, do Hospital de Olhos do PR

Exame do fundo do olho: tecnologia dispensa uso do contraste químico 

Glaucoma – Entrevista com a Dra. Ana Carolina Romanini

Saiba tudo sobre o Glaucoma - Dra. Ana Romanini

Tratamento precoce ajuda a estabilizar o glaucoma