Dr. Renato Ambrósio Júnior

O Dr. Renato Ambrósio Júnior foi o convidado, dia 19 de abril, do primeiro evento científico interativo transmitido pela internet, do Hospital de Olhos do Paraná. Dois temas estiveram em pauta: “A Influência do Olho Seco no Cálculo das Lentes Trifocais e Cirurgia Refrativa” e “Osmolaridade Lacrimal”. A abertura foi feita pelo Dr. Felipe Branco. Estiveram presentes membros do corpo clínico, residentes e fellows. O patrocínio foi da Allergan.

O Dr. Renato explicou que a avaliação pré-operatória e o manejo subsequente de distúrbios da superfície ocular (olho seco, blefarite e disfunção da glândula de Meibomius), são fundamentais para otimizar os resultados visuais de quaisquer cirurgias refrativas. Diz que, embora o olho seco possa ser considerado como uma condição pós-operatória em pacientes previamente assintomáticos, na maioria dos casos consiste em piora de uma condição prévia, devido à ruptura da neuroarquitetura da córnea e redução da sensibilidade corneana.

Ainda em relação ao olho seco, o Dr. Renato Ambrósio Júnior disse que esta condição, juntamente com o erro refrativo residual, tem sido relatada como a causa mais comum de insatisfação em pacientes com implantes multifocais, como as lentes trifocais. Ele considera “fundamental” uma avaliação pré-operatória agressiva para doença de superfície ocular e tratamento em casos subclínicos. Tais cuidados, exemplifica, incluem a “avaliação da superfície ocular, testes de inflamação e medida da osmolaridade. O tratamento com lágrimas artificiais hipotônicas ou com osmo-proteção, traz benefícios”.

O controle da inflamação também tem o seu lugar, complementa. Alguns estudos apontam o benefício do tratamento por no mínimo três meses (um mês de pré-operatório e dois meses de pós-operatório), com ciclosporina 00,5% nos resultados virtuais de pacientes implantados com MFIOLs.

Sobre o palestrante
O Dr. Renato Ambrósio Júnior vem de uma geração de oftalmologistas. Tem renome internacional. Foi listado, em abril de 2018, pela terceira vez, entre os 100 mais influentes do mundo em sua área pela respeitada revista inglesa “The Ophthalmologist”. A lista é elaborada por votação dos leitores dessa revista, sendo bastante rigorosa em seus critérios de votação. Na primeira vez, em 2014, o Dr. Renato Ambrósio Júnior ficou listado em 11º lugar.

Com mais de 350 publicações científicas e mais de 50 premiações no Brasil e no mundo, Dr. Renato Ambrósio Júnior atua como diretor de Córnea e Cirurgia Refrativa no Instituto de Olhos Renato Ambrósio. É diretor da Clínica Visare (RJ) e integra o corpo docente dos cursos de Pós-graduação (latu sensu) em Oftalmologia da PUC-RJ e da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, atuando como professor de córnea e cirurgia refrativa.

Desde 2011, ele também é professor associado da Pós-graduação (stricto sensu) em Oftalmologia da UNIFESP. Recentemente foi aprovado como Professor de Oftalmologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

0 Comments are closed