O que é?

A Ambliopia é quando um olho desenvolve boa visão e o outro não. O olho com menos visão é chamado de “olho preguiçoso” e se caracteriza pela redução ou perda da visão em um ou em ambos os olhos. Para ter a visão normal, é importante que ambos os olhos desenvolvam a mesma visão. Se uma criança tem Ambliopia e não pode usar seus olhos, normalmente, a visão não se desenvolve corretamente e pode até diminuir. Normalmente, apenas um olho é afetado pela ambliopia, mas ambos os olhos podem ser “preguiçosos”.  A Ambliopia é comum e atinge de 2 a 3% da população.

Sintomas

Não é fácil reconhecer a Ambliopia em crianças. Ela pode não estar ciente de ter um olho mais forte e o outro mais fraco. Alguns dos sintomas são: baixa visão em um dos olhos; estrabismo; dificuldade de julgar distâncias entre objetos; um olho desviado para fora ou para dentro do olho e dores de cabeça. Se os pais perceber esses sintomas em seu filho, é muito importante que a criança seja examinada por um oftalmologista.

Causas

Por qualquer condição que impeça o desenvolvimento ocular. Os fatores que podem aumentar o risco de que uma criança ter Ambliopia são: estrabismo (olhos desalinhados); erro de refração (quando um olho apresenta miopia, hipermetropia ou astigmatismo). O olho com visão borrada pode tornar-se amblíope; visão desigual em ambos os olhos (um olho vê mais perto ou mais longe do que o outro); histórico familiar; nascimento prematuro ou de baixo peso ao nascer. Outra causa é a opacidade nos meios transparentes do olho, que pode levar à Catarata, considerada a forma mais severa de Ambliopia.

Diagnóstico

Precisa ser feito, necessariamente, pelo médico oftalmologista, que saberá orientar os pais sobre a forma mais correta e precisa de corrigir o problema.

Tratamento

A correção ou tratamento do olho preguiçoso deve começar o mais cedo possível, geralmente antes dos sete anos, pelo médico oftalmologista, para que o sistema visual da criança possa se desenvolver adequadamente. O resultado vai variar de acordo com a severidade da ambliopia e da idade da criança, quando feito o diagnóstico. O tratamento tem por objetivo corrigir o modo como o cérebro processa as imagens visuais e, em última análise, ajuda a melhorar a acuidade visual.  Para corrigir a Ambliopia, a criança precisa utilizar o olho fraco. O oftalmologista realiza na criança a oclusão (uso de tampão) usada sobre o olho bom durante várias semanas ou meses. Este recurso obriga a criança a usar o olho com ambliopia. O tampão estimula a visão no olho mais fraco e ajuda o controle da visão para se desenvolver plenamente. A atropina é outra opção de tratamento. Trata-se de um medicamento que é colocado no olho mais forte para temporariamente embaçar sua visão, de modo que a criança preferirá usar o olho com ambliopia.