Primeira edição do Curso de Retina do Hospital de Olhos encerra atividades com êxito

Na última semana, a primeira turma do Curso Teórico-Prático de Retina, promovido pelo Hospital de Olhos do Paraná (HOP) e Instituto Professor Moreira, celebrou o término do curso, com a entrega de certificados. Com o objetivo de transmitir informações referentes aos aspectos clínicos da retina, foi colocado à disposição dos participantes moderna tecnologia diagnóstica, tratamento com laser e medicamentos.

“Aqui entrei em contato com tecnologia de ponta e isto enriqueceu muito o meu aprendizado”. Assim, o oftalmologista Jorge Sumikawa, de Ponta Grossa, classificou e considerou de extrema importância a oportunidade de poder participar do curso de Retina, que agora transferirá ao paciente este conhecimento adquirido.

Diante do êxito desta primeira edição, inclusive com grande procura, o coordenador do curso, Dr. Carlos Augusto Moreira Neto, já confirmou a segunda para 2019. Para ele, a possibilidade de aprendizado para outros profissionais foi de extremo sucesso.

Fernanda Carolina Branco, radicada em Florianópolis, disse que o curso foi “ótimo”, pela qualificação dos mestres, pelos recursos disponibilizados, pela parte prática ofertada. “O paciente tem acesso à informação e precisamos disponibilizar o melhor a ele”, concluiu.

Vilmar Setter, oftalmologista em Blumenau (SC), falou que se sentiu atraído pelo curso a partir de um folheto que leu durante um congresso. Para ele, foi de extrema valia a atualização dos seus conhecimentos, bem como considerou que profissionais mais jovens saíram ganhando com a parte prática inserida.

O Dr. Carlos Moreira Júnior, chefe do Serviço de Retina do HOP, disse já participou de centenas de cursos, como professor e como participante. Em sua opinião, o do Hospital foi o mais prático entre todos. Na última aula, acrescentou, alunos informaram que saíram sabendo fazer Laser, exames, injeções.

Para o fundador do HOP, professor Carlos Moreira, o curso foi mais uma “porta aberta” a oftalmologistas de todas as partes. O paciente ganha muito quando o médico se mantém informado, segundo ele, porque “a Oftalmologia está em constante evolução e quem aproveitar as oportunidades tem muito a ganhar”.